Sinal digital da TV: tudo o que você precisa saber sobre a mudança

Desde fevereiro de 2016, o governo vem conduzindo de forma gradual a troca das transmissões analógicas de TV pelo sinal digital. A mudança já começou em algumas cidades do Brasil, mas a grande parte delas deve receber a nova tecnologia a partir de janeiro de 2018.

Até o final de 2018, cerca de 1,3 mil cidades já devem estar com o sinal analógico desligado, segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Em 2017, a nova tecnologia chegou a 306 municípios, beneficiando aproximadamente 72 milhões de pessoas. A conclusão desse processo em todo o país está prevista para 2023.

Entre as vantagens de implantar o sistema digital estão:

  • Imagem mais nítida;

  • Som de melhor qualidade;

  • Fim dos ruídos e das interferências;

  • Possibilidade de mobilidade e interatividade.

Para que ocorra o desligamento total da TV analógica, 93% dos lares brasileiros precisam estar aptos a captar o sinal digital.

O que você precisa saber sobre o sinal digital?

Apesar de bastante divulgada, a substituição do sinal analógico pelo digital ainda gera muitas dúvidas. Já descobriu se sua televisão está apta a receber o novo sistema? Ou você sabia, por exemplo, que dependendo da situação econômica é possível requerer kits digitais de forma gratuita?

Para esclarecer esses e outros questionamentos, separamos abaixo alguns dos principais pontos sobre essa mudança. Tire suas dúvidas, faça os ajustes de que precisa e aproveite os benefícios do sinal digital.

1. Como descubro se minha TV é digital

Os aparelhos de TV fabricados depois de 2010 vêm com o conversor embutido. Você deve conferir no menu de sua TV, no manual de instruções ou com o fabricante. Se você possui uma TV de tubo, é necessário adquirir um conversor, pois esse tipo de televisão não recebe sinal digital. Caso seu aparelho seja de LED, LCD ou Plasma, verifique se ele possui o selo DTV. Se a resposta for positiva, basta conectar a antena à TV. Caso contrário, será necessário adquirir também um conversor.

2. Minha TV não é digital, o que posso fazer?

Se ela não for digital, mas tiver entrada para sinal digital, será preciso comprar um conversor e uma antena. Caso contrário, será preciso adquirir um novo aparelho.

3. Como escolher o conversor


Anote o modelo da sua televisão e mostre ao vendedor no momento da compra do equipamento. É preciso saber se o conversor é adequado ao modelo do seu aparelho. Os conversores da Intelbras são compatíveis com todos os modelos de TV.


4. Minha TV não é compatível e quero descartá-la. Como fazer?

Caso você descubra que sua TV não é compatível com os modelos de conversores (ou quer trocá-lo por um mais moderno), no site da Seja Digital, instituição responsável pela migração do sinal analógico para o digital, é possível encontrar o ponto de descarte mais próximo à sua casa.

5. Sim, minha TV é digital. Qual o próximo passo?

Se a sua TV for digital, é preciso conferir se sua antena recebe o sinal digital e quais canais digitais já estão disponíveis na sua cidade.

6. Como faço para escolher a antena digital?


A antena para o sinal digital deve ser UHF. Ela pode ser tanto interna, quanto externa ou ainda coletiva, no caso de condomínios. Se você mora em um, verifique se o seu condomínio já conta com uma antena digital ou opte por uma antena interna, que pode ser colocada no seu apartamento.

7. Posso fazer a instalação sozinho ou preciso de um profissional?

Para instalar uma antena compatível ao sinal digital nem sempre é preciso da ajuda de um profissional. Mas lembre-se de tomar alguns cuidados. Sempre monte a antena seguindo o manual do fabricante. No caso das antenas externas, se for utilizar uma escada, confirme que ela está em um local seguro e firme. Nunca encoste nos fios e tenha muito cuidado com a rede elétrica. De maneira nenhuma faça a instalação em dias de chuva e com trovoadas. Caso não se sinta seguro, peça ajuda de um antenista. O profissional saberá seguir corretamente os procedimentos, além de garantir a qualidade da instalação.

8. Há alguma forma de conseguir os kits gratuitamente?

Sim. Os beneficiários de programas sociais do governo federal como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Tarifa Social de Energia Elétrica têm acesso ao kit gratuito, que é composto de antena + conversor digital. Para solicitar o kit é preciso contatar o Bolsa Família do seu município, agendar a retirada do conversor tv digital por meio do site vocenatvdigital.com.br ou fazer uma ligação gratuita para 147.

Antenas e conversores Intelbras

A Intelbras tem um portfólio completo de antenas e conversores para transformar sua TV com o sinal digital.

Antenas internas Intelbras

Todas as antenas internas Intelbras são de fácil instalação e compatíveis com qualquer TV do mercado. É possível configurá-las de maneira simples e rápida, sem precisar de um profissional. São quatro modelos:

  • AI 1000 – antena de TV clássica, possui base antiderrapante e acabamento em alto brilho, que confere mais sofisticação e impede que o equipamento manche ao longo do tempo;

  • AI 2000 – antena moderna e compacta, com alto poder de captação. Pode ser usada na vertical ou horizontal;

  • AI 3100 – compatível inclusive com TVs de tubo. Seu design horizontal e a borda em acrílico transparente garantem uma integração perfeita em qualquer ambiente;

  • AI 2021 – possui design compacto e acabamento com textura diferenciada. Para instalar, basta plugar o conector na entrada de antena da TV ou conversor, configurar a TV para receber o sinal da antena e fazer uma busca automática de canais.

Antenas externas Intelbras

A Intelbras possui cinco modelos de antenas externas, sendo dois deles kits prontos para receber a TV com sinal digital:

  • AE 4010 – kit compacto e com alto poder de captação. Todos os componentes são fabricados com materiais de alta resistência e durabilidade. Já vem montado e o kit contém o material completo para fixar a antena na parede: mastro com suporte de fixação e cabo coaxial (15 metros), que conecta a antena à TV;

  • AE 5010 – fabricado com materiais resistentes à corrosão que garantem alta durabilidade ao produto. Antena fácil de montar e instalar. Acompanha 15 metros de cabo coaxial, mastro e suporte de fixação.

  • AE 1028 – antena UHF para ambientes externos, proporciona imagens com excelente qualidade. Projetada para captar os sinais UHF e HDTV digital, possui sistema com 28 elementos para oferecer um excelente desempenho na captação do sinal digital, além de um ganho de sinal de 14 dBi. Fabricada em alumínio, tem alta durabilidade.

Conversor Intelbras

O conversor e gravador digital CD 636 possui um sistema que permite gravar a programação de TV e reproduzir diversas mídias, como áudios, vídeos e fotos. Sua instalação é simples e fácil. É possível conectar o seu pen drive ou HD externo no conversor e assistir suas mídias na televisão de forma rápida e prática. O produto acompanha os cabos HDMI e RCA, que o torna compatível com qualquer TV.

#automaçãocomercial

Posts Em Destaque